Coisas Que Aprendi em 2014

s

(essa sou eu numa máscara, não faz sentido mesmo)

Aceitar desafios sempre 

Somos humanos, temos a capacidade de perceber nossos limites e portanto tentar superá-los. É a constante prova de que estamos vivos. PS.: falhar num desafio não significa que vamos falhar sempre.

Nunca ficar longe da 50mm

A lente 50mm é a primeira que comprei depois de ter trocado de câmera e como todos dizem ela é apaixonante. Esse ano aprendi que nunca, jamais, enquanto eu não comprar uma lente melhor, devo ficar longe dela, principalmente enquanto estiver fotografando um evento.

Depois da chuva vem sempre o Sol

E não é uma coisa que todo mundo sabe e parece muito óbvia? Não é, a gente esquece, mas eu vou te dizer: depois da chuva sempre vem o Sol. Independente da situação em que você esteja agora, ano que vem nesse exato dia nada disso terá importância, terá passado.

Eu devo me amar porque sou eu

Eu devo me amar porque não posso ser outra pessoa, nasci nesse corpo e nele vou morrer, ou seja, se eu mesma não puder conviver com ele, como poderei conviver bem com outras pessoas?

As pessoas interessantes estão escondidas por aí

Só basta procurá-las para as encontrar. Elas normalmente ficam numa caverna, num mundo fantástico só delas e não estão nem um pouco interessadas em sair por aí contando pro mundo todo como o mundo delas é legal.

Cada pessoa é um mundo

Conhecer pessoas novas é como viajar, nunca é tempo desperdiçado, tem sempre algo novo para conhecer. Não importa quantas pessoas você já tenha conhecido, cada pessoa é única e tem a sua própria história.

Cuidar de mim mesma não é futilidade

É necessidade. É necessário para nos fazer bem, para nos fazer sentir bem com nós mesmos. Estar de bem consigo mesmo é pressuposto para uma boa relação com outras pessoas.

Bom para os outros, bom para mim

Ao fazer uma boa ação isso estará se revertendo instantaneamente para você em forma de boas energias.

As coisas ruins vêm para o bem

É sim, nem que não seja tão literal, mas em geral as coisas ruins nos mostram e nos fazem valorizar ainda mais as coisas boas. Cheers to this blog.

Vai muito menos água no miojo do que a gente coloca

Depois tem que jogar metade da água fora.

Não = Sim

Um não agora pode representar vários “sims” depois, só que os “sims” certos, o importante é não se deixar esmagar por um não.

Obs.: esse post contém traços de ideias, teorias, pensamentos e aprendizados de pessoas que iluminaram meu ano e contribuíram para que ele não fosse um ano tão inútil assim.

2015, seja maravilhoso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s