Clichesismo

O gostinho de final de ano está aí finalmente, graças aos céus, mostrando como coisas boas podem acontecer. Não que o final do ano seja legal só por ser o final do ano, mas eu fui fisgada por todo esse mercado de vendas para as festas e gosto do natal e suas luzes e do ano novo também, admito. É claro que descansar é ainda mais magnífico, principalmente quando você é uma dessas pessoas que, assim como eu, fica mais cansada mentalmente do que fisicamente o ano todo. Eu nem me refiro à faculdade ou estudar loucamente, porque nem faço isso sempre, mas cansaço de lidar com os malditos problemas de todos os dias. É, cada um tem seus problemas, quase todos os dias.

Não posso negar que tive momentos bem bons esse ano, coisas muito simples mas muito significativas. Alcancei naturalmente metas que havia colocado na lista de coisas para fazer em 2012, e isso me fez pensar novamente que cada coisa tem seu tempo certo, que é bom esperar as vezes. Eu não sei se acredito em destino, não tenho conhecimento ou experiências suficientes para ter uma ideia fechada sobre isso. Estou aberta a novas considerações, vida, se quiser esclarecer algo sobre isso, estamos aí. 
Mas eu realmente espero que eu possa ter mais calma no próximo ano, acho que não farei nenhuma promessa mentalmente na virada do ano além de poder ter calma, só quero calma e paciência. Quero poder refletir ainda mais sobre as coisas, mas de uma maneira boa dessa vez, de uma maneira saudável. Quero poder amar aquelas coisas pequenas que só vamos descobrir no fim da vida o quão grande eram. Quero ser mais tolerante com relação a tudo, coisas, pessoas, situações ruins, afinal essas coisas não cabem a mim. E por último, ser principalmente mais tolerante comigo mesma. 
Estou aberta a grandes e novas mudanças, mas vou tentar nesse ano, principalmente, organizar. Quero organizar minha cabeça,  minha convivência com as pessoas e como eu encaro as coisas. Vou viajar no finalzinho do ano e passar uns dias num camping próximo à praia. O novo começo é ali. Boa sorte a todos nós.
Feliz ano novo para você que lê isso, tamo junto. 
 
 
Obs.: pois é, esses textos não têm conclusão nenhuma.
 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s